13 matérias de órgãos oficiais que comprovam ligação de Haddad com o chamado “kit gay”

Foto

Durante a campanha eleitoral o candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, tem afirmado que o chamado “kit gay” não existiu e que é “fake news” inventada pela equipe do seu opositor, Jair Bolsonaro (PSL).

Haddad foi ministro da Educação nos governos de Lula e Dilma entre os anos de 2005 e 2012.

Consultamos o site oficial do MEC e também da Câmara dos Deputados e conseguimos listar diversas matérias sobre o projeto de Haddad chamado Brasil sem Homofobia, dentro desse programa encontramos o chamado Escola sem Homofobia que continha materiais gráficos e audiovisual que seriam distribuídos para 6 mil escolas de todo o Brasil.

O projeto foi encerrado em 2011, quando uma Câmara mais conservadora passou a pressionar o Governo Federal e Dilma Rousseff se viu obrigada a suspender a distribuição do material.

Separamos 13 links apenas de sites oficiais para que você entenda mais sobre este tão polêmico projeto:

  1. MEC inicia discussões sobre homofobia.
  2. Programa do MEC forma professores para combater homofobia.
  3. MEC monta grupo de trabalho para discutir a homofobia.
  4. MEC financia projetos de capacitação para diversidade sexual.
  5. Brasil sem homofobia completa um ano.
  6. Gays cobram recurso no Orçamento de 2006 para programa Brasil sem Homofobia.
  7. MEC: kit anti-homofobia será entregue preferencialmente a professores.
  8. Comissão discutirá linguagem de livros didáticos.
  9. Líder do PR defende demissão de Haddad em debate sobre kit anti-homofobia.
  10. Psol entra com representação contra Bolsonaro no Conselho de Ética
  11. Deputados católicos e evangélicos pressionam e governo suspende kit sobre homossexualidade.
  12. Pressão de bancadas faz governo cancelar kit sobre homossexualidade.
  13. Governo decide cancelar campanha contra homofobia nas escolas.

 

 

 

Fonte> JMNOTÍCIAS