Caso Rielson: Protesto fecha BR 101 em Itagimirim

Foto

Nesta quarta-feira, 29 de julho, o assassinato do então prefeito de Itagimirim Rielson Lima completa um ano. Até hoje, a polícia ainda não concluiu o inquérito que apura o crime. Rumores na região apontam para influência política para que os suspeitos não sejam presos.

A demora e a impunidade levaram familiares e amigos de Rielson a realizarem uma manifestação pacífica na cidade, com a participação de centenas de pessoas, que saíram em passeata pelas ruas do Centro e acabaram fechando o trânsito na BR 101.

A manifestação foi liderada pela irmã de Rielson, Eliade Lima (Cida), que justificou a ausência do irmão Reinaldo devido a polícia ter interceptado um plano para assassiná-lo.

Cida lembrou que o governador se manifestou recentemente sobre o assassinato de um cachorro em Teixeira de Freitas, mas nunca disse nada sobre a morte de seu irmão. Ela lembrou ainda que entregou pessoalmente nas mãos de Rui Costa, no mês de maio, em Itabela, uma carta pedindo celeridade nas investigações do crime, cujo inquérito já teve 3 delegados no comando.

A manifestação desta quarta pede ao secretário de Segurança, Maurício Barbosa, que escale uma equipe especial de investigadores para cuidar do caso. Até as 12:40 horas o secretário não havia se manifestado e o protesto continuava. Não houve queima de pneus nem uso de

A manifestação teve cobertura da TV Santa Cruz, Record News e da imprensa regional.

Fonte: Bahia40graus.com