Após 13 anos, polícia prende envolvido em assalto ao Banco Central de Fortaleza

Foto

A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu nesta terça-feira (14) um dos participantes do assalto ao Banco Central em Fortaleza, que aconteceu em 2005.

Adelilno Angelim de Sousa Neto, de 36 anos, foi preso a cerca de 17 quilômetros de centro de Brasília, após uma denúncia anônima.

Adelino estava em casa com a mulher e o filho, e não reagiu à prisão.

A prisão dele foi decretada pela 12ª Vara Federal de Fortaleza, em julho de 2017.

A decisão judicial estipula que Adelino deve cumprir 18 anos de prisão, inicialmente em regime fechado, além de pagar multa no valor de R$ 3 milhões.

O crime no Banco Central em Fortaleza é considerado o maior assalto a banco na história do Brasil.

Segundo a Polícia Federal, foram levados R$ 164,7 milhões.