Bolsonaro chama manifestantes de “idiotas úteis” e “massa de manobra”

Foto

Com faixas pedindo “Lula Livre” e bandeiras de movimentos de esquerda como CUT, MST e UNE, milhares de pessoas saíram às ruas nesta quarta-feira (16) para criticar a decisão do governo de Jair Bolsonaro em contingenciar verbas para instituições de ensino federais.

Em viagem ao Texas (EUA), o presidente foi questionado sobre sua opinião em relação às manifestações e a resposta gerou grande polêmica.

“É natural, é natural. Agora… a maioria ali é militante. É militante.

Não tem nada na cabeça. Se perguntar 7 x 8 não sabe. Se perguntar a fórmula da água, não sabe. Não sabe nada.

São uns idiotas úteis, uns imbecis que estão sendo utilizados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitas universidades federais do Brasil”, afirmou.

Por conta desta fala, os assuntos mais comentados no Twitter na tarde de hoje foram: Lula Livre, #Todospelaeducação, Fora Bolsonaro, Idiotas e #TsunamidaEducação.

Após esta declaração, a Câmara dos Deputados iniciou uma sessão da Comissão Geral convocando o ministro da Educação, Abraham Weintraub, para explicar como será feito o contingenciamento das verbas para as instituições federais.