Bolsonaro fica indignado com ataque a ministro: ‘isso não pode mais acontecer no nosso País’

Foto

O presidente da República, Jair Bolsonaro, determinou que a Polícia Federal investigue, identifique e puna os bandidos travestidos de membros de movimento social e partido político que atacaram o ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) e funcionários do ministério na Bahia nesta quarta (27).

“Isso não pode acontecer mais no nosso País”, disse o presidente.

A emboscada aconteceu durante visita do ministro e sua equipa a uma unidade de conservação em Porto Seguro.

Salles e mais três funcionários foram surpreendidos e atacados por um grupo que usava camisas e bonés do MST e do Partido da Causa Operária.

Armados com foices, facões e porretes, os bandidos depredaram o veículo.

No vídeo abaixo é possível ver que um dos funcionários se preparava para descer, provavelmente para conversar com os manifestantes, mas desiste ao ver a virulência do ataque que estava por vir.

De acordo com testemunhas, o ministro e os funcionários “só não foram agredidos fisicamente por terem conseguido evadir do local”.

Integrantes do MST se envolvem regularmente em confrontos, mas a novidade foi a presença de pessoas representando o PCO.

 

 

 

 

Fonte> Diário do Poder