Bolsonaro pede ‘que Deus olhe pelo Brasil’ no Muro das Lamentações

Foto

Em seu segundo dia de visita a Israel, o presidente Jair Bolsonaro foi nesta segunda-feira (1º) ao Muro das Lamentações, em Jerusalém.

O presidente brasileiro foi o primeiro líder estrangeiro a ser levado ao local pelo primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu. 

Após visitar os túneis do Muro das Lamentações e uma sinagoga no próprio local, Bolsonaro relatou a jornalistas o pedido feito intimamente durante a visita ao Muro das Lamentações: “Que Deus olhe pelo Brasil”.

 Na semana passada, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, também visitou o Muro das Lamentações ao lado de Netanyahu.
A iniciativa foi uma ruptura da tradição diplomática americana de não visitar o local. Pompeo tornou-se o funcionário de maior hierarquia do governo americano a visitar o local de oração sagrado para os judeus.
Antes de chegar ao muro, lugar de culto mais importante da religião judaica, Bolsonaro havia visitado a Basília do Santo Sepulcro, tempo sagrado do cristianismo.