BR-101 registra 174 mortes e é considerada a rodovia mais perigosa na BA

A BR-101, a mais extensa do Brasil, cortando o país do Rio Grande do Norte até o Rio Grande do Sul, é a estrada mais perigosa entre as que passam pela Bahia.

Das 580 mortes registradas em acidentes nas rodovias baianas em 2017, 33% aconteceram na BR-101, ou seja, 174 casos.

A segunda estrada mais perigosa é a BR-116, que é considerada a principal rodovia brasileira e também sai do Nordeste e segue até o sul do país.

De acordo com levantamento divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta segunda, 29, 30% das ocorrências fatais aconteceram nessa rodovia.

Entre todas as estradas que cortam a Bahia, a PRF contabilizou 4.549 acidentes em 2017.

Apesar de alto, houve uma queda de 16% no número de ocorrências em comparação a 2016, quando foram registrados 5.408 casos.

Dias da semana

O fim de semana é o período onde foi registrado mais acidentes: 20% nos sábados e 22% nos domingos.

Em relação a acidentes com óbitos, os finais de semana continuam liderando o levantamento, O domingo é o dia com mais mortes, com 25%. No sábado foram 19% dos óbitos.

Em contrapartida, a quarta-feira é o dia mais ‘tranquilo’, com 9% dos acidentes e óbitos nas estradas.