Contas de Dilma devem ser reprovadas por unanimidade no TCU

Foto

As contas de 2014 da presidente Dilma Roussefff (PT) devem ser rejeitadas de forma unânime pelos nove ministros da corte do Tribunal de Contas da União (TCU), indica reportagem da Folha de S. Paulo. Na última semana, o governo entregou sua defesa final para as 15 irregularidades apontadas pelo TCU, que deve votar o caso na primeira semana de outubro.

A defesa da presidente deve ser pautada entre dizer que as “pedaladas” não são ilegais e que, se forem, já ocorriam e foram permitidos pelo próprio TCU. O suposto desrespeito aos princípios do orçamento público já colocariam o governo em situação complicada, mas a atual situação frágil de Dilma abriria caminho para um pedido de impeachment.