Denúncia: Falta De Geladeiras No IML De Porto Seguro Colocam Funcionários Em Risco E Putrefação De Corpos

Foto

O IML de Porto Seguro está de casa nova e problemas antigos.

Recém instalado no novo Disep, Distrito Integrado de Segurança Pública, sede construída para abrigar e integrar as polícias, civil, militar e técnica, o IML passa por problemas de superlotação.

O local possui 03 geladeiras para armazenar corpos, que aguardam reconhecimento, serem retirados por familiares ou no caso de muitas mortes no mesmo período, serem necropsiados.

Entre os corpos que ocupam as geladeiras a muito tempo, pelo menos 6 são moradores de rua que não tiveram os corpos reclamados pelas famílias.

Corpo geladeira

O caso é, que as geladeiras já estavam cheias, tem corpos aguardando reconhecimento a mais de 01 ano, outros casos como o de um agricultor morto no domingo(01), reconhecido pela família, que não retirou o corpo.

Como não tem onde guardar, o corpo está a vários dias em cima de uma mesa, entrando em estado de putrefação e trazendo um odor insuportável ao local.

Tem gavetas com mais de um corpo.

Já houve casos de corpo ser necropsiado do lado de fora, porque era insuportável o cheiro na sala, segundo informações, corpo estão sendo mantidos refrigerados em sala com ar condicionado, o que é proibido e ineficiente, já que a temperatura ideal para armazenamento é menos de zero grau.

Nos últimos 04 dias, 08 pessoas foram assassinadas na cidade e uma suicidou-se, com isso, mesmo com os corpos sendo retirados para enterro, outros ainda permanecem no local a espera das famílias.

O IML de Porto Seguro, ainda atende as cidades de Cabrália e Belmonte.

Fonte> Namidianews