Dodge nos EUA: ‘A corrupção se inicia nas urnas’

Foto

CAMBRIDGE (EUA) — A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou nesta segunda-feira, nos Estados Unidos, que será exigido um grande esforço do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para disciplinar as eleições deste ano.

Durante evento na Faculdade de Direito da Universidade de Harvard, Dodge manifestou preocupação com a fiscalização do financiamento das campanhas eleitorais.

A procuradora relacionou o tema à corrupção, ao dizer que tal crime “começa nas urnas”.

Dodge argumentou que ainda há muita incerteza no ano eleitoral, especialmente por conta das novas regras de financiamento público, adotadas depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em 2015 de suspender doação de empresas.

 

 

Fonte> O GLOBO