Empresário rebate Sesab e diz que diagnóstico de Covid-19 foi recebido já na Bahia

Foto

A pós o governador Rui Costa (PT) afirmar que o Estado da Bahia, por meio da Procuradoria Geral (PGE) vai processar empresário Claudio Henrique do Vale Vieira, acusado de desembarcar em Trancoso, em um jatinho particular, já infectado pelo coronavírus, o paulistano se manifestou e alegou que recebeu o diagnóstico positivo para Covid-19 já em solo baiano.

Por meio de nota, Claudio Henrique afirmou que “o teste para Covid-19 foi feito em São Paulo no dia 11/03 e o resultado foi obtido no dia 14, quando ele já estava na residência na Bahia”.

Ainda de acordo com o documento, “o empresário iniciou isolamento em sua residência, sob supervisão médica”, já que está assintomático.

O governador Rui Costa e o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas Boas, relataram, nesta terça-feira (17), uma versão diferente.

Segundo eles disseram, o empresário furou a quarentena e viajou para a Bahia já infectado. “Ele fez o exame em São Paulo e, mesmo tendo testado positivo, embarcou para Trancoso, onde tem uma casa”, disse o petista.

Ainda de acordo com o governador, o descumprimento das medidas de segurança podem levar a uma ação movida pela PGE contra o cearense.

“Depois de saber que estava com a doença, ele fez uma festa com os amigos em Trancoso, bebeu demais e acabou revelando que estava infectado pelo coronavírus. Uma funcionária da residência ouviu e nos denunciou”, explicou.

Em razão da falta de adoção das medidas de segurança, o empresário contaminou pelo menos outras três pessoas: a esposa Renata, uma amiga e um funcionário contratado para servir a ele e aos amigos hospedados em Trancoso.

Outras 16 pessoas estão sendo monitoradas, segundo informação da Sesab.

 

 

 

 

 

Fonte> Bocãonews