Entregadores de pizza ficam 4 meses e 7 dias presos por engano em SP

Dois entregadores de pizza ficaram 4 meses e 7 dias presos por engano no Centro de Detenção Provisória (CDP) da Vila Independência, na Zona Leste de São Paulo, acusados pelo roubo de uma motocicleta em 25 de abril deste ano. Diego Aparecido Cordeiro dos Santos e Douglas de Santana Vieira foram considerados os responsáveis pelo crime ocorrido na Zona Norte de São Paulo. Imagens de câmeras de segurança e uma multa tomada pelos ladrões com a moto roubada foram decisivas para que eles fossem inocentados.

Com essas informações no processo, o juiz Marcos Alexandre Coelho Zilli, da 15ª Vara Criminal da Barra Funda, em São Paulo, absolveu os dois. Em liberdade desde 1º de setembro, eles só pensam em voltar aos estudos, trabalhar e ficar todo tempo possível com suas famílias. O Ministério Público já recorreu insistindo na condenação.

Fonte: G1.com