Ex-budista é enterrada viva, mas sobrevive após receber oração de cristãos

Foto

Chauchan (nome fictício), 28, morava com seu marido em uma pequena aldeia tailandesa onde, como na maioria da Tailândia, prevalece o budismo.

Enquanto a maioria dos cidadãos tailandeses afirma ser budista, grande parte deles também é adepta do animismo – que consiste na prática de rituais de feitiçaria e invocação de espíritos – como herança de seus ancestrais.

A magia negra, os rituais e os feitiços também já faziam parte da cultura nacional, muito antes do budismo chegar da Índia, e eles permanecem firmemente enraizados na sociedade tailandesa.

Até mesmo os governantes do país se entregaram à prática da feitiçaria, como já havia informado um artigo do jornal ‘The Telegraph’, da Inglaterra em 2008.

Apesar dos esforços missionários que datam do século XVI, o cristianismo ainda tem pouco espaço na sociedade tailandesa.

Apenas cerca de 1% da população se diz cristã – embora as organizações missionárias que trabalham lá finalmente estejam vendo mais frutos nos anos recentes.

 

 

Fonte> CPADnews