Exclusivo: Transporte Escolar de Nova Viçosa na Mira do Ministério Público Federal

Foto

Ministério Público Federal  através do Procurador da República, Dr. André Luís Castro Caselli, por meio da Portaria de nº 4 de 19 de Janeiro de 2018, no uso de suas atribuições legais instaurou Procedimento de Inquérito Civil para apurar supostas irregularidades na utilização de recursos federais no ano de 2017 no Município de Nova Viçosa, na gestão do atual prefeito o“Manoelzinho da Madeira”

A empresa alvo desse inquérito civil já é velha conhecida nos portais de noticia.

Trata-se da CONSTRUPOLLI CONSTRUTORA E INCORPORAÇÃO LTDA – EPP, já investigada pelo próprio Ministério Público Federal em outras ações envolvendo supostas fraudes licitatórias e crime ambiental, com a anuência de vários  prefeitos da região, entre eles o atual prefeito de Teixeira de Freitas Temoteo Alves de Brito. 

Na portaria o Procurador da Republica determina a instauração de INQUÉRITO CIVIL PREPARATÓRIO DE Nº 1.14.013.000053/2017-97, com base em Resolução do Conselho Superior do Ministério Público Federal tendo como finalidade apurar as irregularidades em licitações realizadas em 2017 pela Prefeitura Municipal de Nova Viçosa-BA, tendo por objeto a contratação de pessoa jurídica especializada em prestação de serviços de transporte escolar realizados pela empresas CONSTRUPOLLI, bem como pela JTC PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. 

Segundo informações de fonte segura, ambas as empresas pertencem a mesma pessoa.

O procedimento tem por finalidade investigar se houve desvio de recursos federais da educação pública mediante superfaturamento ou posterior subcontratação do objeto da licitação, além de irregularidades na prestação dos serviços.