Flordelis entrega à PF áudios com tentativa de extorsão de suposto policial

Foto

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) disse ter recebido ameaças e tentativa de extorsão por conta das investigações pelo homicídio de seu marido, o pastor Anderson do Carmo, ocorrido em junho deste ano.

A deputada acusa um advogado e um policial, ambos não identificados, pelas práticas. 

A declaração foi feita em entrevista ao programa Fantástico, da TV Globo, neste domingo (22). 

Ao programa, Flordelis diz que entregou à Polícia Federal gravações que comprovam ameaças vindas de um ex-advogado de seu filho Lucas – preso por suspeita de participação no crime.

Nos áudios, o homem afirma estar “segurando algumas coisas como a colaboração premiada”.

A deputada contou ainda ter recebido telefones dirigidos a seu gabinete na Câmara dos Deputados, vindos de um policial civil da Delegacia de Homicídios da cidade do Rio de Janeiro.

Em uma suposta tentativa de extorsão, o agente teria dito que o mandato de Flordelis “estava ameaçado”.