Herança maldita: silencio assassino

Foto

Eunápolis – Há cerca de sete anos, na administração do ex-prefeito Robério Oliveira, e que o secretario de saúde na época era o senhor Mario Gontijo, esconderam a todo custo da população que o Hospital Regional de Eunápolis recebeu um laudo negativo do Ministério Publico informando que faltava ao Hospital de Eunápolis estrutura para o atendimento pós-operatório de cirurgia de médio e grande porte, e os profissionais envolvidos no atendimento agiam com imperícia e imprudência.

A promotoria de Justiça constatou que o Hospital Regional de Eunápolis encontrava-se em estado lastimável para realização de cirurgias de médio e grande porte, pois não contava com as mínimas condições de ter um Serviço de Recuperação Pós Anestésica (RPA) e muito menos uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Herança maldita. Silencio assassino.

Da redação