Igrejas chinesas aumentam reuniões em meio ao coronavírus

Foto

As fronteiras fechadas, as empresas ajustando as formas de funcionamento, a queda das bolsas de valores, os cidadãos em casa e as igrejas vazias são algumas das realidades de países onde o Covid-19 chegou com toda força. Mas, é possível tirar alguma lição ou algo positivo disso tudo?

O pastor Huang Lei tem exercitado o desafio de perceber o agir de Deus através das mudanças. A igreja que ele lidera fica em Wuhan, cidade chinesa que foi o epicentro do surto da doença.

Os cristãos locais foram obrigados a se reunir apenas via internet. Quase todos os 50 grupos de discipulado continuam a funcionar online. Mas as reuniões que eram semanais, agora são diárias.

“Somos muito gratos por isso. E ouvimos dizer que nossos idosos e deficientes são gratos ao Senhor e ficam muito encorajados por esta oportunidade de reuniões on-line.

Antes disso, eles se sentiam alienados, ficando em casa sozinhos, como se estivessem abandonados. Agora eles apreciam a conexão entre irmãos mais do que nunca”, testemunha.

 

 

 

 

 

Fonte> Gospel Prime