Joelma diz ter 60% da Calypso e compromete planos de Chimbinha se seguir na banda

Foto

Os planos anunciados por Chimbinha, de seguir com a banda Calypso após a saída de Joelma, em dezembro, podem dançar – ao som ou não do ritmo que fez o grupo vender 15 milhões de discos em dezesseis anos de carreira.

Em mensagem publicada nesta quarta-feira no Facebook, a vocalista da banda e agora ex-mulher de Chimbinha afirmou ser dona de 60% da marca Calypso, com a qual os dois vinham fazendo shows e vendendo milhares de CDs pelo país. Uma vez sócia majoritária da empresa que opera sob a marca, caberia a Joelma tomar decisões sobre a companhia.

E a cantora, que pediu divórcio ao seu descobrir traída pelo ex-marido e foi a uma delegacia denunciá-lo por ameaças de agressão, não parece disposta a abrir mão do negócio que construiu.