Jovem enterrado vivo em Itapebi conhece suspeitos

Foto

O adolescente de 14 anos que foi baleado e conseguiu escapar de uma cova rasa após ser enterrado vivo, em Itapebi, conheceu os três suspeitos do crime.  Para se livrar do atentado, que ocorreu no domingo (26), o adolescente se fingiu de morto após ser retirado de uma festa junina e recebido dois tiros, um no rosto e outro no abdômen. Enterrado em um lixão de Itapebi, ele conseguiu deixar a cova mesmo com as mãos amarradas. O jovem pediu socorro às margens da BA-275.

Apesar de ter citado os apelidos dos suspeitos às equipes de socorro, logo após o crime, o delegado conta que o adolescente ainda não foi ouvido oficialmente. José Hermano Costa diz que o jovem ainda não tinha condições de falar sobre o caso, já que um dos tiros foi próximo à boca da vítima. O adolescente está internado em um hospital da região, onde passou por cirurgia. O estado de saúde dele é estável.

Os criminosos amarraram o jovem e o levaram para um matagal, às margens da BA-275, próximo ao parque de exposições da cidade. Lá, o menino foi baleado no rosto e no abdômen. Ele se fingiu de morto após ser atingido pelos tiros e os homens o abandonaram após enterrá-lo. Eles pensaram que o menor tinha morrido.

Fonte> Teixeiranews