Lava Jato abre inquérito para investigar sítio de Lula

Foto

Sítio de Lula

O juiz Sérgio Moro autorizou a abertura de um inquérito policialpara investigar especificamente a compra e a reforma de um sítio em Atibaia (SP), muito usado e visitado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Será uma ramificação do procedimento que investiga a empreiteira OAS por pagamento de propina.

Em despacho de 4 de fevereiro, a Polícia Federal diz que “entendemos ser necessário o desmembramento dos documentos produzidos no bojo deste IPL que digam respeito à investigação da suposta relação do imóvel em Atibaia/SP, com a empresa OAS e outras empresas e pessoas físicas investigadas na Operação Lava Jato”.

O sítio está registrado em nome dos empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar, sócio de Fábio Luís, um dos filhos de Lula. A reforma do local, que superou os R$ 700 mil, foi paga pela OAS e por outra empreiteira investigada na Lava Jato, a Odebrecht. Em várias notas, o Instituto Lula afirma que o sítio não pertence a Lula, mas a amigos da família.

Lulinha no sítio

Como ÉPOCA mostrou na semana passada, registros oficiais mostram que Lula e sua família estiveram 111 vezes no sítio entre 2012 e janeiro deste ano.

 

Fonte. Época