Mala com R$ 1,5 milhão de caixa 2 foi levada em assalto

Foto

Um dos pagamentos de caixa dois, no valor de R$ 1,5 milhão, feito pela Odebrecht para a campanha presidencial da chapa Dilma Rousseff e Michel Temer, em 2014, foi roubado durante assalto a um táxi, quando André Santana, assistente da empresária Mônica Moura, mulher do marqueteiro João Santana, havia acabado de pegar o dinheiro.

A informação foi dada por Mônica e André, durante depoimento de delação premiada aos investigadores da Lava Jato, nessa quinta-feira (11).

A quantia, segundo eles, havia sido entregue como de costume, momentos antes, em um hotel em São Paulo.

“Me apresentei na recepção e foi autorizada a minha subida pro quarto da pessoa que tinha que me apresentar. Recebi esse valor, coloquei na mala.

Não dava pra contar esse valor, mas eu tinha contado pelo menos as cabeças né, os pacotes.

E pela quantidade tinha 1 milhão e meio de reais”, afirmou ele.

De acordo com Santana, dois carros grandes com sirenes de polícia fecharam o táxi.

Homens vestidos de preto fizeram o assistente dos marqueteiros descer e pegaram a bagagem recheada de dinheiro no porta-malas.

Fonte> Noticias ao Minuto