Mendes: políticas públicas servem para comprar votos

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, atacou o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff ao participar de uma palestra nesta sexta-feira (27), em São Paulo.  Ele comentou a ampliação de programas sociais em ano de eleição e disse que a prática é uma “compra de votos moderna”.

“Nessa campanha, a presidente Dilma disse, como candidata, ‘que nós fazemos do diabo para ganhar as eleições, mas depois entabulamos entendimentos etc’.

Mendes

E o presidente Lula disse, em algum momento – isso na presença da candidata Dilma – que ‘eles não sabem do que somos capazes de fazer para ganhar a eleição’. Então eu concluí: agora a gente sabe”, afirmou o ministro.

“A gente fica imaginando a captação de sufrágio como a compra do eleitor via captação de telhas, de saco de cimento, de tijolo, mas na verdade, em termos gerais, dispõe-se da possibilidade de fazer políticas públicas ad hoc para aquela finalidade: aumentar Bolsa Família em ano eleitoral, aumentar o número de pescadores que recebem a Bolsa Defeso”, acrescentou.

Fonte: Band.com