Mulher é esfaqueada por terrorista, mas sobrevive após gritar pelo nome de Jesus

Foto

Uma mulher cristã foi ferida com vários golpes de faca durante um ataque terrorista em um ônibus, em Jerusalém e afirmou que sobreviveu, porque clamou pelo nome de Jesus, enquanto seu agressor a golpeava.

De acordo com relatos da emissora ‘One for Israel‘, dois terroristas entraram no ônibus Nº 78, no bairro de ‘Armon Hanatziv’ – leste de Jerusalém – e um deles portava uma faca, enquanto outro tinha uma arma de fogo. Eles, então, começaram a atirar e esfaquear os passageiros, incluindo a mulher idosa identificada como Marike Veldman.

Veldman, que é nascida na Holanda, mas viveu em Israel por muitos anos, disse que quando os terroristas entraram no ônibus, um deles sentou-se à frente dela, até que de repente, as coisas se transformaram.

“Eles começaram a gritar ‘Allahu Akbar’ (‘Alá é grande’). O homem na minha frente começou a me esfaquear e o outro homem começou a atirar nos outros passageiros. As pessoas gritavam muito alto. Foi horrível, eu chorei constantemente e dizia: ‘Senhor Jesus, Senhor Jesus, ajuda-me, ajuda-me!”, disse a senhora já em sua cama, no centro médico de Ein Kerem, em Jerusalém. Veldman ainda relatou que quando chamou pelo nome de Jesus, o agressor “fugiu para o fundo do ônibus”.

Veldman, que também é uma enfermeira acredita que Deus a salvou do pior. Ela agora está se recuperando de um colapso pulmonar e de ferimentos que sofreu no ombro e na mão durante o ataque.