Mulher usa rede social para impedir jovem de abortar, após receber revelação de Deus

Para Heather Lindsey, as redes sociais não servem apenas para a exibição de selfies.

Depois de ser tocada por Deus, ela usou sua conta no Instagram para impedir que uma jovem prosseguisse com o aborto.

Fundadora do Movimento Pinky Promise, nos Estados Unidos, Lindsey conta com quase 500 mil fãs no Facebook e 300 mil seguidores no Instagram, onde costuma compartilhar mensagens de fé e esperança.

“Eu estava indo para o supermercado e senti o Espírito Santo me dizer: há uma mulher que segue você nas redes sociais e já fez sua consulta de aborto.

Eu quero que você a encoraje e diga que Deus tem um plano para o bebê dela e para não fazer o aborto”, disse Lindsey à CBN News.

Em seguida, ela publicou alguns vídeos onde compartilhou a palavra de conhecimento revelada por Deus. “Eu estava orando e instigando outras pessoas: ‘Se não for você, ore por esta jovem que ela irá se apresentar, será ousada e me dirá quem ela é’”, completou.

Cerca de uma hora depois, uma mulher entrou em contato com Lindsey, dizendo que se encontrava sem rumo depois de engravidar de um amigo da igreja. “Ela foi celibatária por um longo tempo e fez uma consulta de aborto.

Mas [o parceiro] se aproximou e disse que faria isso junto com ela. De repente, ele começou a ignorá-la e rejeitá-la. Então ela fez remarcou a consulta para o dia 21 de abril”, conta.