PAPA FRANCISCO DIZ QUE VÊ MUNDO NO LIMITE E TEME GUERRA NUCLEAR

O papa Francisco embarcou nesta segunda-feira, 15, para uma viagem ao Chile e ao Peru.

Ele fica no Chile até o próximo dia 18, quando segue para o Peru, em uma visita marcada pela defesa das populações indígenas.

O papa levará uma mensagem de proteção ao .

Aberto defensor do desarmamento nuclear, o Papa Francisco disse  à repórteres durante o voo que teme uma guerra com bombas atômicas.

Na visão do Pontífice, o mundo “está no limite” e pode ver a eclosão de um conflito a qualquer momento.

Ele distribuiu uma foto de dois irmãos vítimas do bombardeio a Nagasaki, no Japão, em 1945.

“Sim, eu tenho medo. Estamos no limite. Basta um incidente qualquer para ativar o gatilho da guerra”, frisou o Papa.

 “Precisamos destruir as armas, trabalhar para o desarmamento nuclear”.

O engajamento de Francisco contra as armas de destruição em massa acompanha a tensão retórica entre o presidente americano, Donald Trump, e o ditador norte-coreano, Kim Jong-un.