Pastor Reul Bernardino denuncia falsas extensões do Gideões Missionários

Foto

pastor Reul Bernardino, presidente do Gideões Missionários da Última Hora (GMUH), gravou um vídeo para denunciar que há muitos eventos extensões falsas do evento sendo realizadas no Brasil e faz um alerta aos evangélicos.

Considera como o maior evento pentecostal do Brasil, os Gideões atraem multidões de pessoas e muitas lideranças usam o nome, o logotipo e até mesmo os nomes dos presidentes do GMUH para ter sucesso em seus congressos.

A prática é ilegal e é por isso ele desabafa: “Chegou no limite, o pastor Reul e a diretoria não está suportando mais tantas brincadeiras com a Obra de Deus que vem acontecendo Brasil a fora.

Pessoas que estão usando a tocha dos Gideões, o logo dos Gideões e fazendo congressos, extensões, usando a minha foto, do meu vice-presidente e do pastor Reame para se promover”, declarou.

A revolta do pastor é para a mentira de pastores que até se identificam como presidentes do GMUH.

Por isso, o pastor Reul pede para que todos os pastores confirmem diretamente com ele antes de apoiar um evento que se apresenta como extensão dos Gideões.

O pastor denuncia ainda que esses líderes pedem valores para ajudar a obra missionária, levantam grandes ofertas e os Gideões, que sustenta mais de mil famílias não recebe essas ofertas, que acabam sendo aproveitadas pelos líderes que coordenam as falsas extensões.

“É um grupo de levianos que se levantou neste Brasil e acharam uma facilidade de arrancar dinheiro do povo de Deus usando o nome de uma obra tão séria”, declarou.

O pastor Reul afirmou ainda que uma das poucas extensões oficiais é a extensão do Tocantins coordenada pelo pastor Cival Cruz e sua esposa, Rosilene Martins.

 

 

 

 

Fonte> JMNOTÍCIAS