Pastora é encontrada morta com corda no pescoço. Mais um lamentável suicídio

Foto

A pastora que se intitulava com presbítera, Monica Chaves foi encontrada morta em sua casa, no banheiro.

Ela tirou sua própria vida se enforcando. Monica ainda era jovem e contava apenas com 36 anos, mas no último dia 28 ela desistiu de viver e cometeu suicídio.

Muito ativa na sua igreja Cabana Church, ela vivia em São José do Rio Preto,  em São Paulo, onde também congregava.

A noticia pegou a todos de surpresa e foi muito compartilhado nas redes sociais pelo fato dela ser muito nova ainda e também ter um cargo tão estimado na igreja.

A pastora integra a lista que passou de dezenas de pastores e oficiais que tiraram a vida este ano.

Um dos casos mais notáveis sobre o assunto foi o do vice-presidente Rafael Octávio da Igreja Catedral do Avivamento liderada pelo pastor e deputado Marco Feliciano, ter tirado sua própria vida ao pular de uma ponte em Orlândia, no interior de São Paulo.

O fato de pastores e oficiais evangélicos estarem desenvolvendo depressão e dando cabo a própria vida tem sido fato além de triste, inédito no meio gospel.

E levanta muitos questionamentos sobre como alguém que conhece a palavra chega a este ponto.

Durante muito tempo houve bastante preconceito em relação a depressão no meio evangélico, que era taxada como doença de quem está longe de Deus.

Hoje se sabe que isso não é verdade!

 

 

 

 

Fonte> O Buxixo Gospel