Porto Seguro: Suspeito de estupro é torturado e decapitado; corpo é encontrado em mato

Foto

O corpo de um homem que foi torturado e decapitado na tarde deste sábado (10), no bairro Paraguai, foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Porto Seguro sem identificação.

Segundo a polícia, um grupo de moradores acusava o homem de estuprar uma criança de quatro anos.”São várias as informações.

Uma hora dizem que ele tentou tirar a criança do colo da mãe e foi impedido por uma terceira pessoa. Outra versão é que o acusado estuprou uma menor perto de uma escola.

Vamos investigar tudo isso”, afirmou um policial. De acordo com o relato de uma testemunha Radar 64, a mãe da suposta criança acusava o homem, enquanto ele negava.

Outra testemunha declarou que a mãe da criança o acusava de tê-la aliciado na saída da escola.

O homem, no entanto, negou os crimes enquanto era agredido pelos moradores. “O homem ainda conseguiu correr, mas foi alcançado.

A sessão de espancamento continuou, resultando em sua morte”, disse uma das testemunhas, que pediu anonimato.

O corpo do homem foi encontrado na vegetação da Rua Dom Lázaro, em um local conhecido como Boqueirão.

A perícia apontou que a cabeça estava ao lado, presa a um vergalhão de aço.

Havia ainda uma lesão corto-contusa na região abdominal e na perna direita.

Até este momento, nenhuma pessoa envolvida no assassinato foi identificada, como também não houve nenhuma queixa de estupro ou tentativa de abuso a alguma criança na localidade.

Um inquérito foi aberto para apurar o caso.

 

 

 

Fonte> Bahianotícias