Prefeita afastada de Porto Seguro Claudia Oliveira tenta se esconder na Polícia Federal

A reportagem do Jojô Notícias flagrou, com exclusividade, nesta tarde de quarta-feira, 31/01,  o momento em que a ex-prefeita afastada Claudia Oliveira chegou para depor na sede da Polícia Federal em Porto Seguro.

O depoimento é no âmbito da operação “Gênesis”, deflagrada pela polícia federal em 2017, para apurar irregularidades e fraudes em contratos nos serviços de transporte escolar.

As oitivas estão acontecendo desde ontem 30/01, e foram intimados a prestar esclarecimentos, parentes e amigos de vereadores envolvidos na prestação dos serviços.

Ressalto que nem todos os vereadores têm envolvimento no imbróglio, mas boa parte deles, especialmente os da tropa de choque da prefeita afastada, já identificados pela população.

Esse alinhamento cego e nocivo ao município desses edis, se tornarão mais evidentes na retomada dos trabalhos legislativos previstos para 16/02/2018, quando virá para votação na casa as contas rejeitadas da ex-prefeita pelo TCM (Tribunal de Contas dos Municípios) referentes aos anos de 2016 e 2017, e o abaixo-assinado que corre na internet que deverá ser encaminhado ao presidente da casa Evaí Fonseca, e que pede que a câmara de vereadores instale uma comissão para investigar a participação da prefeita afastada nos ilícitos denunciados pelo Ministério Público Federal e a Polícia Federal.

O povo de Porto Seguro, assim como o povo brasileiro, não suporta mais tamanha indiferença e omissão daqueles que foram eleitos para fiscalizarem o executivo e se locupletam em benefícios próprios e de familiares.

O Jojô Notícias se manterá vigilante e atento a essas manobras mesquinhas e não dará trégua àqueles que vêem na atividade pública o caminho para se ascenderem na sociedade.

 

 

 

Fonte> JOJÔnotícias