NOTÍCIAS QUENTES
Capa / Notícias / Educação / Primeira professora com Síndrome de Down recebe prêmio de educação
Primeira professora com Síndrome de Down recebe prêmio de educação

Primeira professora com Síndrome de Down recebe prêmio de educação

Original de Natal, no Rio Grande do Norte, Débora Seabra, de 34 anos, trabalha como professora numa escola particular há dez anos. A única diferença entre ela e os outros funcionários da instituição é a Síndrome de Down.

Na terça-feira (27), a docente recebeu o Prêmio Darcy Ribeiro de Educação 2015, que elege, todos os anos, três pessoas de todo o país consideradas destaques na área de educação para ser homenageadas.

Professora saúde

Débora sempre estudou em instituição de ensino regulares, desde a infância até o curso de magistério e, por isso mesmo, tornou-se defensora da inclusão de pessoas com Síndrome de Down nessas escolas. Sua luta por direitos iguais e oportunidades semelhantes fez com que a professora passasse a ser uma referência nacional no assunto, o que a fez figurar na lista dos indicados ao prêmio.

Primeira educadora do Brasil com Síndrome de Down, Débora faz parte de um grupo de teatro e chegou a lançar um livro intitulado “Débora Conta Histórias”, um compilado de fábulas infantis que pretende apoiar o direito à diferença. Além disso, a potiguar viaja por todo o Brasil e já chegou a ir a Portugal dando palestras sobre o preconceito que envolve pessoas com a mesma síndrome.

Segundo informações da Universia Brasil, o Brasil conta atualmente com cerca de 300 mil cidadãos com Síndrome de Down. No entanto, de acordo com a Federação Brasileira de Associações de Síndrome de Down, apenas 60 delas inciam cursos profissionalizantes por ano.

Sobre Anaildo Colonia

Scroll To Top