Romário tem carteira de motorista suspensa por dirigir alcoolizado

Foto

O Detran do Rio suspendeu a carteira de motorista do senador Romário (PSB-RJ). A decisão ocorreu em 22 de outubro passado e teve por base uma infração cometida pelo senador por dirigir sob a influência de álcool.

O caso que levou à punição ocorreu em 2012, quando o ex-atacante era deputado federal. Desde 2011, ele foi autuado por três vezes sob a mesma transgressão.

De acordo com o órgão, a infração que resultou na suspensão da carteira ocorreu na madrugada de 26 de fevereiro de 2012. Na ocasião, Romário foi parado em blitz da operação Lei Seca, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio.

Romário jogador

Para deixar o local, o senador precisou chamar um motorista habilitado para não ter o carro guinchado. Procurado por meio de sua assessoria, o senador informou que não comentaria o caso. Ele pode recorrer da decisão.

Por três anos e meio, o procedimento permaneceu sem conclusão no Detran. Em 6 de agosto passado, foi iniciado o processo de suspensão do direito de dirigir do senador. 

Notificado sobre a abertura do processo, Romário ainda não apresentou defesa, segundo o Detran. Caso não apresente recurso até 11 de dezembro, o senador precisará entregar a sua carteira no Departamento de Trânsito.