NOTÍCIAS QUENTES
Capa / Mundo Cristão / Satanistas querem que aborto seja considerado “direito religioso”
Satanistas querem que aborto seja considerado “direito religioso”

Satanistas querem que aborto seja considerado “direito religioso”

A Planned Parenthood é a maior rede de clínicas de aborto do mundo.

Com sede nos Estados Unidos, eles já influenciaram a mudança de leis em diversos países do mundo, através da IPPF (International Planned Parenthood Federation), que tem influência na ONU, onde defende uma agenda que inclui a defesa das “questões de gênero”.

Após a chegada de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos, eles perderam financiamento público e acabaram fechando várias clínicas.

Em uma tentativa de aumentar sua influência no estado do Missouri, que tem apenas uma clínica em funcionamento, a Planned Parentihood recebeu apoio da organização Templo Satânico.

O anúncio não é surpresa para quem acompanha o grupo satanista mais famoso dos EUA, e defende a prática do aborto como uma “expressão religiosa” legítima.

A estratégia da Planned Parenthood é pressionar os legisladores do Missouri para que haja um relaxamento das restrições do aborto.

O Templo Satânico, que luta pelo reconhecimento como religião legítima, tenta fazer disso uma questão religiosa, alegando que um dos princípios fundamentais do satanismo é que “o corpo de alguém é inviolável, sujeito unicamente à sua própria vontade”.

 

 

 

Fonte> Gospel Prime

Sobre Anaildo Colonia

Scroll To Top