‘Se depender dos evangélicos, Bolsonaro será reeleito’, afirma ex-presidente da CGADB

Foto

Eleito com o voto decisivo dos evangélicos, o presidente Jair Bolsonaro deve contar novamente com o apoio do segmento na campanha para reeleição, em 2022.

É o que afirma, em entrevista ao Estadão, o pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente de honra da Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil (CGADB).

Na entrevista, pastor JWBC diz que votou em 2018 em Bolsonaro e que não se sente enganado, pois já sabia que o presidente era “meio avançado nas palavras”.

“Ele é meio avançado nas palavras, mas é o jeito dele. Lula não é muito diferente, também tem a boca suja.

Eu votei no Bolsonaro sabendo que ele era assim. Toda essa doidice, para mim, não é novidade. Mas é um cara bem intencionado.

Não tem aquela cabeça administrativa, mas até aqui está se valendo das Forças Armadas. Vamos ver em que bicho que vai dar.

Uma coisa me contenta: general pode não entender de determinar linha administrativa, mas não vai roubar, vai arranjar pessoas que entendem, vai colocar assessores. Eu vejo como muito promissor.”

“O presidente tem tomado medidas que são amargas para o grupo do lado de lá (petistas). O corte de verba em determinados ministérios não é tanto para economizar, mas para tirar o dinheiro da mão daquela turma.

O PT ainda tem muito dinheiro. O corte e a substituição dessa gente causa reação desfavorável ao nome do Bolsonaro, pois o PT estava enraizado no Brasil.

Além disso, ele não é muito simpático à imprensa, e a imprensa também não é simpática a ele.

Ele não se elegeu com essa imprensa, não deve nada a essa gente. Ele usou outro meio para se eleger, as redes sociais, esse troço que faz um fuxico do cão.”

 

 

 

 

Fonte> JMNOTÍCIAS