Solla chama Moro de ‘criminoso’ e diz que juiz terá superpoderes para seguir ‘ilegal perseguição política’

Foto

A pós o juiz Sérgio Moro aceitar comandar o Ministério da Justiça e da Segurança Pública no governo de Jair Bolsonaro (PSL), o deputado Jorge Solla (PT) usou as redes sociais para comentar o anúncio feito nesta quinta-feira (1º)

“Foi tudo uma farsa, a Lava-Jato foi uma farsa comandada por um juizeco que prendeu o líder das pesquisas para ganhar a eleição e tomar o poder.

O objetivo nunca foi combater a corrupção.

Usam da boa fé do povo brasileiro. Moro é o maior inimigo da nação”, postou o parlamentar no Twitter. 

Pouco depois, Solla taxou o juiz que ganhou notoriedade com a operação Lava Jato de ‘criminoso’ e fez referência à polícia da Alemanha nazista, a Gestapo.

   “Moro criminoso, que forjou provas para condenar Lula, agora terá superpoderes num ministério (COAF, PF e CGU) para seguir na sua ilegal perseguição política.

A Gestapo brasileira tentará fazer o que Bolsonaro prometeu, “exterminar os vermelhos”. Não temos medo, resistiremos!”.

 

 

 

 

 

Fonte> Bocãonews