STF envia inquérito contra Ronaldo Carletto para Justiça de Eunápolis

O Supremo Tribunal Federal (STF) remeteu um inquérito contra o deputado federal Ronaldo Carletto (PP) para a primeira instância da Justiça Estadual, em Eunápolis.

Carletto é acusado de ter adquirido em 2008 um imóvel da Cooperativa de Crédito Rural Eunápolis Ltda, enquanto sócio da empresa Expresso Brasileiro, por preço abaixo do valor real de mercado, configurando suposta prática de crime contra o Sistema Financeiro Nacional.

Na decisão, o ministro Luiz Fux, relator do caso, destaca que os fatos não foram praticados “no exercício do mandato de Deputado Federal nem estão a ele relacionados”.

Por conta disso, o inquérito foi remetido para o Juízo da Vara Federal da Subseção Judiciária de Eunápolis/BA.