TEMER DIZ TER FEITO EM DOIS ANOS O QUE SE ESPERAVA HÁ MAIS DE 20

Foto

O presidente da República, Michel Temer, discursou durante a abertura da feira da Associação Paulista de Supermercados (Apas) e afirmou que seu governo tomou em dois anos atitudes aguardadas há mais de duas décadas.

“Toda modéstia de lado, eu acho que, em dois anos, fizemos coisas que se esperavam há 20 anos”, disse, ao citar a reforma do ensino médio que já era discutida em 1997 quando a Câmara era presidida por Temer.

Temer também lembrou o decreto reconhecendo supermercados como atividade essencial da economia, o que possibilitou a contratação de empregados para funcionar durante domingos e feriados.

 

Impostos:

O presidente citou também outra iniciativa do seu governo, de não aumentar impostos, apesar da discussão sobre a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). “Quando chegamos, falava-se muito na CPMF”, lembrou.

Temer comemorou a situação econômica atual do país: “a confiança da economia está de volta”. Segundo ele o aumento de 2% no primeiro trimestre nas vendas de supermercados são reflexo da situação atual: “Melhor resultado para os últimos cinco anos”, concluiu.

Além do presidente, participaram do evento o ministro da Justiça, Torquato Jardim, o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, o governador de São Paulo, Márcio França, e o prefeito paulistano, Bruno Covas.

Covas aproveitou para agradecar ao governo federal pelo auxílio prestado às famílias desabrigadas após o desmoronamento do prédio no Largo do Paissandu na semana passada.