Teólogo lista 5 razões pelas quais algumas pessoas sofrerão mais do que outras no inferno

Foto

O pastor e teólogo John Piper ensinou que, embora o inferno seja “indescritivelmente terrível” para todos os incrédulos, há cinco razões para algumas sofrerem mais do que outras.

Em um episódio de “Ask Pastor John” publicado em Desiring God on Tuesday, o pastor declarou que Bíblia revela que haverá graus de sofrimentos no inferno.

“Será indescritivelmente terrível para todos os que lá vão – apenas indescritivelmente terríveis, sem nenhuma experiência de bem, sem visão de beleza, sem sons agradáveis, sem prazeres corporais, sem apetites gratificados, sem desejos satisfeitos, sem esperanças cumpridas.

É todo mundo. Mas, embora o inferno seja inútil para todos os incrédulos, será pior para alguns”, declarou.

Piper citou Romanos 2:5, que diz que “devemos guardar tesouros no céu, fazendo boas ações dia após dia”. No entanto, os incrédulos fazem o contrário e acumulam ira para si mesmos no dia “em que o justo julgamento de Deus será revelado”.

Piper então identificou cinco razões pelas quais algumas sofrerão mais no inferno do que outras.

Primeiro, Lucas 12:48 declara que “a quem muito é dado, muito será cobrado”. Assim, “quanto mais luz você tem, mais conhecimento você tem, mais verdade você tem, pior seu pecado e punição ao rejeitar”, disse Piper, acrescentando: “Isso está aí nos textos”.

Segundo, quanto mais “bondade Deus lhe mostrar” em “dar-lhe muitos prazeres imerecidos nesta vida”, “mais dolorosas serão suas descrenças e pecados, e pior será sua punição no inferno”, disse ele.

Terceiro, aqueles que rejeitam continuamente a luz e a bondade experimentarão um sofrimento pior no inferno: “Em outras palavras, o tempo entra em cena”, explicou o pastor.

“Dia após dia após dia, você continua rejeitando luz após luz após luz, bondade após bondade após bondade. Quanto mais isso durar, piores serão as coisas”.

Quarto, Piper argumentou que certos pecados são “mais hediondos, mais destrutivos, mais blasfemos do que outros”.

Assim, “não apenas a quantidade de pecados com o tempo piora as coisas, mas também o grau de feiura e horror, hediondeza e blasfêmia também aumenta o sofrimento”.

Quinto, certos indivíduos demonstram maior arrogância, maior desafio consciente e mais insolência do que outros, e, portanto, sofrerão um maior grau de punição, afirmou o pastor.

Encerrando seu ensinamento, Piper declarou que essas razões devem “nos enviar tremendo de alegria à cruz de Jesus e à graça de Deus, que se apega a nós no perdão que a cruz dá”.

De acordo com um estudo de 2015 do Pew Research Center, enquanto 74% dos americanos acreditam no céu, apenas 1 em cada 4 acredita que aqueles que não conhecem a Cristo passarão a eternidade em um lugar chamado inferno.

 

 

 

Fonte> Gospel Prime