Testemunhas de Jeová são investigadas por violação de Direitos Humanos

Vários ex-membros das Testemunhas de Jeová da Finlândia estão recorrendo à justiça após serem impedidos de denunciar crimes sexuais dentro da organização.

A Liga Finlandesa dos Direitos Humanos está acompanhando o processo e lembra que a liberdade de culto não isenta os grupos religiosos de respeitarem os direitos humanos.

O pedido de investigação aprofundada das atividades de grupos religiosos veio do secretário-geral dos Direitos Humanos, Kaari Mattila, após um programa de televisão do canal Yle, exibir entrevistas onde ex-membros das Testemunhas de Jeová fizeram graves denúncias.

Alguns dos entrevistados disseram que foram proibidos de denunciar crimes sexuais às autoridades.

Em vez disso, foram instruídos a esperar a resolução dos problemas através dos “tribunais” internos da organização religiosa, sem resultado prático.

O porta-voz das Testemunhas de Jeová da Finlândia negou as acusações, dizendo defender que todas as ações criminais sejam relatadas às autoridades.

Mattila pede que, se comprovadas as acusações, a seita tenha seu registro no país anulado. “As evidências estão sendo mostradas.

O que falta é as autoridades fazerem a supervisão necessária.

Nossas leis sobre liberdade de religião não são um passe livre para violações dos direitos humanos”, afirmou o Secretário-Geral da Liga.

 

 

 

Fonte> Gospel Prime