Tornozeleira eletrônica é encontrada em pata de cavalo

Foto

A Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná retirou nesta quinta-feira (28) uma tornozeleira eletrônica instalada na pata de um cavalo em Ponta Grossa, no Paraná.

Em nota, a pasta afirmou que o aparelho estava desativado desde fevereiro.

O detento responsável pelo equipamento “perdeu o benefício e cumpre pena em regime semiaberto”. O nome dele não foi divulgado.

“O indivíduo que recebe o benefício da tornozeleira eletrônica é monitorado dia e noite e não pode tirar o equipamento para dormir e nem para tomar banho.

Tampouco pode ultrapassar uma área restrita determinada pela Justiça –caso o faça, o dispositivo com tecnologia GPS vibra, emite sons de alerta e comunica a violação à central de monitoramento”, diz a nota da secretaria.

Sete Estados apresentaram esse ano falta de tornozeleira eletrônica para monitorar seus detentos.

Fabricantes se queixavam de atraso nos pagamentos em razão da crise fiscal dos governos.